Tino de Rans não desceu de divisão e volta a candidatar-se a eleições presidenciais.